Ushuaia, conhecida como a cidade mais austral do planeta, é a capital da Província da Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul. Está localizada no extremo sul da Argentina, após o canal de Beagle, no Estreito de Magalhães. Sua localização é tão peculiar que a cidade está mais próxima da Antártica, apenas 1.000 KM, do que da própria capital de seu país, Buenos Aires – mais de 3.000 KM.

 

Fundada em 1884, ficou conhecida primeiramente por abrigar um importante presídio, depois por receber a visita do navio Beagle onde viajava Charles Darwin e finalmente ao se tornar Zona Franca para o comércio. Atualmente, com mais de 50.000 habitantes, Ushuaia é conhecida e respeitada como um dos mais belos atrativos turísticos da América do Sul.

 

Com uma temperatura média anual de 4,7°C e uma pequena oscilação anual que vai de 0,5°C em Julho a 10°C em Janeiro, o clima de Ushuaia é frio e úmido, temperado pelo mar e descrito como subpolar oceânico. Conhecida por ter a temporada de neve mais longa do hemisfério sul, a região é perfeita para se aventurar nos esportes gelados. A Patagônia é uma espécie de Meca dos esportes de aventura, e, de quebra, um dos lugares mais admiráveis do mundo.

 

É na rua principal de Ushuaia, chamada de Av. San Martin, onde se concentra grande parte do comércio local. Nessa via você encontra lojas de telefone, de equipamento fotográfico, restaurantes, farmácias, casas de câmbio, posto dos Correios, lojas de lembranças, além de várias lojas que vendem material esportivo e roupas. Av. Maipú, Gobernador Deloqui e Gobernador Paz são outras ruas importantes da cidade.

 

Aconchegante, charmosa, romântica e misteriosa, Ushuaia é um destino pra lá de inusitado! As paisagens de tirar o fôlego e as atrações exclusivas contribuem para que esta seja uma viagem inesquecível. Conhecer o fim do mundo é simplesmente fantástico e imperdível!

 

Como Chegar: O meio de transporte mais fácil, prático e rápido é o avião. O voo dura cerca de 03h30min a partir de Buenos Aires. Diversas cidades do Brasil têm voo com destino a Ushuaia, com conexão em Buenos Aires. Somente alguns meses do ano existem voos diretos partindo do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Há também opções de longa duração como carro, ônibus ou até mesmo cruzeiro.

 

Nota: Quando o avião se prepara para aterrissar e diminui a altitude, ele fica muito próximo, praticamente entre as montanhas das Cordilheiras dos Andes. Neste momento, devido aos fortes ventos que chegam de todas as direções, o avião perde muito da sua sustentação e ocorrem violentas turbulências e a rápida aproximação dos picos. No meu voo, muitos gritaram e eu achei que fosse morrer ali, em grande estilo, no fim do mundo, risos. A parte boa é que eu fiz uma pesquisa com as pessoas que conheci e descobri que há voos tranquilos também. Tomara que seja o seu caso, risos.

 

Translado: O Aeroporto Internacional de Ushuaia – Malvinas Argentinas é o único aeroporto que serve a cidade e está localizado a 04 KM do centro. As únicas duas formas de transportes existentes são os táxis e os remis (taxi vip). A tarifa de taxi até o centro é de 55 ARS.

 

Moeda: A moeda local é o peso argentino, simbolizado por ARS. Melhor levar dólar e trocar no câmbio paralelo, que possui cotações melhores que as casas de câmbio.

 

Propina: É a gorjeta dos garçons e geralmente não está incluída na conta. Após realizar o pagamento é que você deixa a propina para o garçom. Valor: 10% da conta.

 

Melhor Época: Para quem gosta de muito frio, neve e esportes de inverno, o melhor a fazer é programar a viagem de Julho a Setembro. No inverno, o dia só dura 07 a 08 horas no máximo, restringindo muito passeios. Já para quem prefere fazer um turismo diferente, o ideal é ir entre Outubro e Março. Nessa época é possível fazer caminhadas, passeios de barco, ver pinguins e muito mais. No verão, os dias são longos, amanhecendo entre 04h30min e 05h00min e anoitecendo por volta das 23h00min.

 

Tempo: Instável o ano inteiro durante todo o dia – amanhece com chuva, depois abre o tempo, em seguida neva, depois o tempo fecha, logo mais abre de novo, depois chove e por aí vai... Assim, óculos escuros, guarda-chuva, capa de chuva ou casaco impermeável são itens fundamentais para se levar na bolsa. Os ventos em Ushuaia são constantes durante todo o ano, com isso a sensação térmica é de pelo menos 5°C abaixo da temperatura real.

 

Culinária: Alguns dos pratos típicos da cidade são o Cordeiro Patagônico, a Merluza-Negra e a Centolla – o famoso caranguejo gigante, também conhecido como King Crab. E já que se trata de território argentino, não deixe de abrir espaço na mesa para os vinhos, os cortes de carnes do país, doce de leite, empanadas, medialunas e tantos outros quitutes saborosos que nos deixam com água na boca. Não deixe de experimentar as cervejas Beagle, Cape Horn e Patagonia. Prove também a fruta ou o sorvete de Calafate, fruta característica do sul da Patagônia.

 

Compras: Ushuaia é uma área livre de impostos e tem dois free shops, sendo um, menor, no aeroporto e o outro, maior, na Av. San Martín 627. Avalie os preços dos produtos e conclua se vale a pena ou não comprá-lo. Li que eletrônico é uma boa pedida.

 

Conselho: Viajando na alta estação, o melhor a fazer é reservar os principais passeios com antecedência, pois o número de empresas e lugares disponíveis para cada tour é limitado.

 

Alerta: Esteja preparado para gastar um bom dinheiro, pois os passeios turísticos são caros assim como os restaurantes. Prepare-se também para muito frio, pois o vento constante colabora para uma sensação térmica inferior à temperatura real.

 

Lembrete: Não é necessário passaporte para viajar à Argentina, mas se você for compulsivo por carimbos, que nem eu, não perca a oportunidade de levar como lembrança um carimbo de Ushuaia. São 05 modelos diferentes à sua escolha. A maluca dos carimbos optou pelos 05, óbvio, risos. Secretaria de Turismo - Av. Prefectura Naval Argentina, nº 470. Diariamente das 08h00min às 21h00min.

 

Dica: Tente fechar um número máximo de passeios com uma única agência, assim a chance de conseguir um bom desconto aumenta consideravelmente.

 

Se preferir, veja o roteiro rápido ou as dicas gerais.

Tren del Fin del Mundo

Ushuaia: Un Viaje al Fin del Mundo

Roteiro

 

 

Dia 01: Navegação pelo Canal Beagle + Pinguinera

 

Pela manhã, faça a Navegação pelo Canal Beagle. O Canal Beagle liga os oceanos Atlântico e Pacífico e separa a província da Terra do Fogo (que pertence à Argentina) das Ilhas Navarino (que pertence ao Chile). O Canal recebeu esse nome em homenagem ao navio britânico HMS Beagle que fez parte de duas missões nessa região, durante o século XIX. Numa dessas missões estava a bordo ninguém mais ninguém menos que o naturalista britânico Charles Darwin.

 

A navegação pelo Canal de Beagle oferece a oportunidade de apreciar paisagens extraordinárias, a começar pela vista panorâmica da costa de Ushuaia à medida que o catamarã se distancia do Cais Turístico da cidade.

Dia 02: Trem do Fim do Mundo + Parque Nacional Terra do Fogo + Laguna Esmeralda & Encontro com Castores

 

O Trem do Fim do Mundo, também chamado de Trem dos Presos, é o trem mais austral do mundo e uma das principais atrações de Ushuaia. Está localizado no Parque Nacional Terra do Fogo e seu percurso é feito na réplica do trem que transportava os presidiários para trabalhar e abastecer lenha à população de Ushuaia, há 100 anos.

 

O Trem dos Presos começou a funcionar em 1909 e foi utilizado para esse fim até 1952.

 

Em 1995 voltou a funcionar apenas como atração turística, a fim de resgatar a história da Patagônia.

 

A Estação Ferrocarril Austral Fueguino, mais conhecida como Estação do Fim do Mundo, está fora da cidade, há 08 KM de Ushuaia. Na Estação do Fim do Mundo existem cinco locomotivas a vapor funcionando: Camila, adquirida em 1995, Ingeniero Porta, 1994; Ingeniero Muratgia, 1993; Ruston, 1937; Tierra del Fuego, 1999.

Museo Maritimo y del Presidio de Ushuaia

 

Horário Inverno: Diariamente das 10h00min às 20h00min, de 16 de Março a Outubro.

 

Horário Verão: Diariamente das 09h00min às 20h00min, de Novembro a Abril.

 

Última Entrada: 19h30min.

 

Valor: 200 ARS.

 

 

Galeria Temática Pequeña Historia Fueguina

 

Horário Inverno: Segunda a Sábado, das 12h00min às 20h00min.

 

Horário Verão: Segunda a Sábado, das 10h00min às 21h00min.

 

Última Entrada: Uma hora antes de fechar.

 

Valor: 140 ARS.

À tarde, escolha o passeio à Laguna Esmeralda & Encontro com Castores.

 

A Laguna Esmeralda, ou Lago Esmeralda, é um dos lagos da Terra do Fogo, mas destaca-se entre os demais devido à coloração esverdeada que tem. O cenário é bonito, bucólico e o passeio é ideal para quem gosta de paisagens naturais e de caminhadas. Eu gostaria muito de tê-la feito, mas como tive pouco tempo na cidade, fui obrigada a estabelecer prioridades, risos.

 

O local não é tão simples de se conhecer - o lago fica cercado pelos Andes e para chegar até ele é necessário fazer uma trilha de aproximadamente duas horas, com direito a muita lama no caminho, principalmente se tiver chovido nos dias anteriores ao passeio. A recomendação é fazer o passeio com botas impermeáveis devido ao gelo ou à lama na hora do trekking.

Mergulho: Para os aventureiros mais corajosos.

 

Li que a melhor época para mergulhar é de Março a Dezembro, sendo Abril o mês mais recomendado. Entre em contato com Carlos Giuggia do Uhuaia Divers e saiba mais informações.

 

Leia aqui o depoimento de um viajante que realizou o mergulho e amou! Se tiver interesse, leia o depoimento de outra pessoa clicando aqui.

 

Nave Tierra: A casa autossustentável de Michael Reynolds na Argentina. Terça a Sexta das 10h00min as 18h00min. Fins de semana e feriados das 14h00min às 18h00min. Entrada Gratuita. 

A estação conta com duas lojas de aluguel de equipamentos para esqui e snowboard, todos novos e de boa qualidade. Li que os preços são mais acessíveis nas lojas de aluguel da cidade.

 

Os preços dos tickets para teleférico e pistas podem ser consultados aqui.

 

Não deixe de fazer uma aula de esqui ou snowboard antes de se aventurar, clique aqui e saiba mais informações.

 

As atividades mais procuradas são: Esqui e Snowboard. Porém, há também Moto de Neve (Snowmobile), Trenó de Cães (Dog Sleds) e Esqui de Fondo (Cross-Country Skiing).

Uma das atrações é o Farol Les Éclaireurs, erroneamente chamado de Farol do Fim do Mundo, pois o verdadeiro Farol do Fim do Mundo está muito além, na Isla de Los Estados. O Farol Les Éclaireurs é um dos cartões postais da Terra do Fogo e simboliza, para os navegadores, a entrada da Baía de Ushuaia.

O trajeto inclui a Ilha dos Pássaros, habitat de Cormorões (corvo-marinho) Magalhânicos e Imperiais, e a Ilha dos Lobos, onde se pode desfrutar da presença de lobos marinhos em um cenário magnífico. E para finalizar, uma caminhada breve nas Ilhas Bridges.

Agências: Muitas realizam o passeio, o que varia é o tipo de embarcação, o preço, a duração e os lugares a serem visitados.  Recomendo a Tolkeyén Patagonia Turismo.

 

Atrações: Ilha dos Lobos Marinhos, Ilha dos Pássaros, Farol Les Éclaireurs e Caminhada nas Ilhas Bridges.

 

Horário: Diariamente às 09h30min.

 

Duração: 03 horas.

 

Valor: 1.000 ARS + 30 ARS de Taxa de Embarque,  que deve ser paga em dinheiro e em pesos argentinos, no escritório do Porto de Ushuaia (Control de Pasajeros). Aconselha-se chegar 30 minutos antes para realização do pagamento (possível existência de fila) e acomodação no catamarã.

 

Alerta: O passeio pelo Canal Beagle depende muito das condições climáticas, podendo haver cancelamento, se necessário. Sendo assim, sugiro que este seja um dos primeiros passeios a ser feito em Ushuaia, sobretudo se você for ficar poucos dias na cidade. O vento no Canal Beagle é muito forte, use roupas e acessórios apropriados, protegendo principalmente os ouvidos e a boca. O protetor labial é indispensável!

À tarde, não deixe de visitar a Ilha Martillo, mais conhecida como Pinguinera. Esta é a melhor das atrações disponíveis e também a mais cara, risos. Pagando um pouco mais existe a opção de fazê-la na mesma excursão da manhã – com um detalhe: você apenas irá ver os pinguins, de longe. A única empresa que tem autorização para desembarcar na Ilha é a PiraTour.

 

O percurso inicia-se em um ônibus a partir do Porto de Ushuaia até a Estância Harberton, uma fazenda enorme onde está localizada a Ilha Martillo. Da Estância, toma-se uma pequena embarcação e em aproximadamente 15 minutos chega-se à ilha, procurada pelos pinguins em seu período de reprodução. 

O lugar recebe colônias de pinguins-de-magalhães e pinguins-reis durante o verão -de outubro a meados de abril - período mais quente do ano; portanto, só é possível ver pinguins durantes esses meses. 

 

A permanência é de cerca de uma hora, sendo uma parte realizada na praia (onde muitos pinguins tomam sol) e outra em uma caminhada leve, por uma trilha onde é possível contemplar os pinguins em seus ninhos.

 

Há duas regras que valem ser respeitadas: não é possível caminhar livremente pela ilha e há uma distância mínima que se deve manter dos pinguins.

De volta à Estância Harberton, não deixe de conhecer o Museu Acatushún de Aves e Mamíferos Austrais... Achei interessante!

 

Agência: PiraTour

 

Atração: Pinguinera.

 

Horário: Diariamente às 14h30min (ou às 08h00min), de Outubro a Março.

 

Duração: 06 horas.             

 

Valor: 2.200 ARS + 320 ARS de Entrada na Fazenda.

 

Nota: Não é adequado para pessoas com mobilidade reduzida.

O ponto de partida do passeio histórico começa na Estação do Fim do Mundo, em uma velocidade que não supera 15 KM/H, atravessando bosques virgens, colinas e cachoeiras.

 

O trajeto, que dura cerca de duas horas, percorre paisagens deslumbrantes, montanhas nevadas, rios, lagos, numa viagem única.

 

Se o passeio for feito no inverno, a neve transforma a paisagem deixando o caminho ainda mais mágico.

 

O trajeto inclui as travessias do Cânion del Toro e do Rio Pipo, sobre a ponte queimada – onde encontram-se os restos de madeira da ponte velha sob as novas vias.

 

Na Estação Cascata La Macarena, o trem faz uma parada para apreciar as vistas panorâmicas, além de uma reconstrução de um típico assentamento de uma família de um dos povos originários que habitaram estas terras: os yámanas.

Por fim, o trem entra no Parque Nacional Terra do Fogo e chega à estação final, onde o visitante poderá optar entre retornar à Estação do Fim do Mundo ou continuar a sua visita ao Parque Nacional Terra do Fogo em outro meio de locomoção contratado com antecedência.

O desembarque é feito dentro do Parque Nacional Terra do Fogo, o mais austral do continente. Com 63 mil hectares, ocupa 06 KM do Canal Beagle e faz divisa com o Chile. Criado em 1960, o parque está localizado nas regiões de bosques patagônicos e Altos Andes, por isso possui um clima temperado frio e úmido, com nevadas e chuvas no inverno e uma paisagem de montanha com vales glaciais.

 

Este é o único parque da Argentina que possui saída ao mar. Sua fauna é composta de pássaros, guanacos, raposas vermelhas, castores canadenses e coelhos. Quanto à flora, o habitat é ideal para espécies como Lengas, Guindos, Calafates, Notros, Orquídeas e Violetas.

Dentro do parque está o final da Rota Nº 3, que faz parte do sistema de rodovias Panamericanas com princípio no Alasca e conclusão na Baía Lapataia, a mais de 17 mil KM de seu ponto inicial.

 

É o verdadeiro "Fim do Mundo", onde o vento faz a curva, risos.

 

É o lugar mais próximo da Antártica que você chegará por terra, o outro pedaço é uma reserva natural restrita.

 

Neste ponto avistamos a Baía Lapataia, no Paseo del Mirador, daí para frente muita água gelada e a Antártica.

Agências: Muitas das que estão no Porto realizam o passeio. Li bons comentários sobre a Info de Ushuaia.

 

Atrações: Trem do Fim do Mundo (Opcional) e Parque Nacional Terra do Fogo (Baía Lapataia, Mini Trekking Castoreira ou Laguna Negra, Lago Roca).

 

Horário Inverno: 01 de Maio a 31 de Agosto às 10h00min, 12h00min (CONDICIONAL a um mínimo de passageiros) e 15h00min.

 

Horário Verão: 01 de Setembro a 30 de Abril às 09h30min, 12h00min (CONDICIONAL a um mínimo de passageiros) e 15h00min.

 

Duração: 04 horas + 02 horas do Trem do Fim do Mundo (Opcional).

 

Valor: Trem do Fim do Mundo 600 ARS (Opcional) + 130 ARS Entrada Parque Nacional + 750 ARS Excursão Parque Nacional Terra do Fogo.

 

Nota: O trem do Fim do Mundo funciona durante os 365 dias do ano, oferecendo diferentes horários de acordo à época do ano.

Os Castores não são animais nativos da Patagônia. Um dia, alguém teve a ideia de introduzir esses animais, vindos do Canadá, na região. Eles tomaram conta e começaram a destruir tudo por ali.

 

Esses roedores são considerados verdadeiras pragas na região. Eles destroem árvores para construírem diques de proteção para suas casas e assim, vão destruindo árvores nativas da região sem a menor cerimônia.

Agências: Muitas empresas realizam o passeio. Em pesquisas, li bons comentários sobre a Canal Fun & Nature.

 

Atrações: Laguna Esmeralda & Encontro com Castores.

 

Horário: Diariamente às 14h30min, de Outubro a Março.

 

Duração: 08 horas.

 

Valor: 1.770 ARS.

Dia 03: Lagos Escondido e Fagnano (Off Road)

 

Reserve um dia inteiro para fazer o passeio dos Lagos Off Road. Os Lagos Escondido e Fagnano são duas preciosidades situadas na Terra do Fogo. Estes dois enormes espelhos d’água onde se refletem o céu, as montanhas e as árvores são o marco ideal para conhecer a paisagem que rodeia esta cidade patagônica.

 

Lago Escondido está localizado a 60 KM de Ushuaia, encravado na Cordilheira dos Andes, ao pé do Paso Garibaldi, mirante de onde se vê uma paisagem deslumbrante dos dois lagos.

Lago Fagnano, localizado a 100 KM de Ushuaia, é reconhecido internacionalmente pela pesca de trutas e salmão. O Lago divide Chile e Argentina, sendo que a maior parte de sua extensão está em território argentino. Era chamado de "descanso do horizonte" pelos nativos, porque a linha imaginária do horizonte, onde está a Cordilheira dos Andes, é interrompida pela linha formada pela superfície do lago.

Agências: Muitas empresas realizam o passeio. Em pesquisas, li bons comentários sobre a Canal Fun & Nature.

 

Atrações: Lagos Escondido e Fagnano (Meio de Transporte 4x4).

 

Horário: Diariamente às 08h30min, de Outubro a Março.

 

Duração: 08 horas.

 

Valor: 2.590 ARS.

Dia 04: Glaciar Martial + Passeio pelo Centro

 

O Glaciar Martial, localizado no Cerro Martial, a 07 KM de Ushuaia, é a fonte de água potável mais importante da cidade. O Glaciar Martial fica a mais de 1.000 metros acima do nível do mar e recebeu esse nome como homenagem ao explorador Luis Fernando Martial, que era o líder da expedição francesa que em 1883 chegou à zona com fins científicos.

 

Há duas opções para se chegar ao Glaciar: uma é através do teleférico (aerosilla), de onde é possível maravilhar-se com a vista panorâmica do Glaciar, da cidade e do Canal Beagle; a outra, através de caminhadas com direito a uma subida bem íngreme. É necessário pagar um valor de 80 ARS para utilizar o teleférico, para a caminhada não há custo algum, apenas força nas pernas e disposição suficiente.

No inverno, o Martial funciona como estação de esqui, embora sua estrutura seja muito inferior à do Cerro Castor. No Cerro Martial há apenas uma pista e, se você não precisa de muita estrutura, quer apenas brincar na neve ou aprender os movimentos básicos dos esportes, é uma boa opção.

 

Na base do teleférico está a charmosa casa de chá La Cabaña e há algumas outras atividades que podem ser feitas na base, como a tirolesa e a descida de bicicleta pelo meio do bosque até Ushuaia.

O lugar é lindíssimo, com neve quase o ano todo (ainda que a quantidade seja pouca) e cercado por uma paisagem natural deslumbrante: água do degelo, árvores e os Andes. Esse é um passeio imperdível na cidade e pode ser feito por conta própria. A visão lá em cima é surpreendente!

Como o Cerro Martial fica a 07 KM do centro de Ushuaia, é necessário primeiro chegar à sua base e, então, decidir como subir até a parte onde está o glaciar. O deslocamento entre a cidade e o cerro pode ser feito facilmente com um táxi ou remis.

 

Dica: Esteja agasalhado e preparado para temperaturas inferiores às que se tem no nível do mar. Os ventos no cerro são muito fortes e gelados. Esteja preparado para condições climáticas adversas e vá equipado com roupas e sapatos impermeáveis.

Você pode escolher um deles para conhecer ou visitar os dois, só não deixe de entrar na loja de souvenirs chamada “La Ultima Bita”, que está localizada no mesmo lugar do “Pequeña Historia Fueguina”. Esta loja possui um jardim temático perfeito para tirar várias fotos legais.

No Inverno

 

Valle Tierra Mayor: Está localizado a 22 KM de Ushuaia e é o centro de esqui mais completo da região, sendo pioneiro na prática e aluguel de Wind-Ski.

 

Esta estação invernal guarda a história de Gustavo Adolf Giró Tapper (1931-2004). Aventureiro, militar, atleta, desbravador, chefe de importantes bases argentinas na Antártica, pesquisador, criador do 1º centro invernal de Ushuaia, organizador da 1ª Marcha Blanca, pioneiro Antártico, cidadão ilustre de Ushuaia.

 

O centro invernal Tierra Mayor funciona desde 1976 e brinda o turista com um serviço de qualidade e aconchego familiar, pois é aí que vive a família de Gustavo Giró, seus filhos e netos. Todos os filhos já foram campeões de biatlón, um esporte que consiste na prática de esqui e tiro. Trata-se de uma corrida de esquí de fondo que em determinados pontos do trajeto, os participantes devem parar e disparar com um rifle em um alvo estático. Há diversas provas e modalidades dentro do biatlón: individual, sprint, perseguição, relevos e saída em massa, tanto na categoria masculina, quanto feminina.

 

Neste centro invernal, os esportes disponíveis são: Moto de Neve (Snowmobile), Trenó de Cães (Dog Sleds) e Esqui de Fondo (Cross-Country Skiing). Não estive em Ushuaia durante o inverno, ainda, mas fiquei com muita vontade de fazer o Snowmobiling... Deve ser o máximo.

Outras Atividades

 

Sobrevoo em aeroplano: de 30 minutos a 1 hora, do Aeroclube de Ushuaia.

 

Sobrevoo em helicóptero: de 40 minutos a metade de um dia, a excursão e não o voo.

 

Horário: Diariamente, sempre sujeitos às condições meteorológicas, e enquanto houver luz do dia.

 

Tarifa: de U$D 99 (7 minutos de voo) a U$D 1.950 (3 horas de voo).

 

Nota: Todos os voos se realizam com um número mínimo de duas pessoas. No caso de apenas uma pessoa, faz-se a reserva para os dias que estiver em Ushuaia e espera-se que seja encontrada outra pessoa que deseje realizar o mesmo tipo de voo.

 

Saiba mais sobre os sobrevoos clicando aqui.

Neve e Fogo: Passeio noturno que combina uma pequena caminhada e Trenó de Cães ou Snowcat.

 

Com duração de 5 horas e investimento de 1.800 ARS, o transfer buscará os passageiros no hotel para levá-los ao Valle de Tierra Mayor, onde será colocado as raquetas de neve, ou snowshoes, para embarque em uma aventura maravilhosa que irá durar cerca de 30 minutos.

 

A trilha estará marcada com tochas, e levará à cabana onde serão servidos alguns deliciosos espetinhos e ensopado cozido no fogo ao som de um show de violão.

 

Na volta ao hotel, poderá ser realizado tanto o Trenó de Cães ou o Snowcat, dependendo da preferência do passageiro.

 

Nota: Como o passeio acontece à noite, e ao ar livre, use roupas quentes e, se possível, impermeáveis. Não se esqueça de usar uma capa de vento.

Cerro Castor: Está localizado a 26 KM de Ushuaia, no deslumbrante Parque Nacional Terra do Fogo, no extremo sul da Argentina, e é a estação de esqui mais austral do mundo.

 

Inaugurado em 1999, este é um dos centros de esqui mais modernos da América do Sul, possuindo várias pistas para prática, vários meios de elevação (teleféricos), e também uma ótima estrutura para quem quiser apenas desfrutar da vista e relaxar em uma cafeteria, lendo um livro e tendo como vista as paisagens nevadas do Fim do Mundo.

 

A base do Cerro Castor encontra-se a somente 195 metros sobre o nível do mar. O cume, por sua vez, alcança os 1.057 metros sobre o nível do mar, uma altura inferior a de outros centros de esqui, evitando os sintomas do mal de altura. A estação intermediária encontra-se a 480 metros sobre o nível do mar.

 

Os meios de elevação estão estrategicamente localizados e têm a mais alta tecnologia. Foram pensados e distribuídos para uma ótima utilização de toda a montanha, ampliando, assim, os quilômetros esquiáveis e chegando a transportar até 9.500 pessoas por hora. O complexo possui cinco meios de elevação, sendo cadeiras quádruplas, e sete meios de arraste: três Teleféricos e quatro Magic Carpets.

A qualidade da neve é excelente. A temperatura se mantém estável entre os +5 e -5 graus, o que impede o derretimento dos cristais da neve, evitando assim a transformação em gelo, o que origina uma neve em pó de ótima qualidade.

 

A estação de Cerro Castor oferece a temporada mais extensa de toda a América do Sul, apresentando ótimas condições para a prática de esportes, com uma superfície para a prática de esportes de 600 hectares e mais de 30 pistas dividida em principiantes, nível intermediário e nível avançado. O desnível é de 800 metros e possui todos os serviços de um verdadeiro centro de esportes de neve.

 

O complexo conta com quatro pontos gastronômicos, localizados a diferentes alturas na ladeira do Cerro, com capacidade para atender 750 pessoas de forma simultânea, além de quatro refúgios de montanha.

 

A diversidade gastronômica do Castor oferece de comidas rápidas até uma sofisticada cozinha de alta gama, que vai de um espetacular sushi de centolla até um cordeiro assado na cruz, além de ensopados, bolos de chocolate e outras iguarias. Além disso, possui uma sala de primeiros socorros com ambulância permanente e uma loja com vestimentas e acessórios na base.

Fogón Blanco: Atração noturna imperdível realizada no Cerro Valle dos Lobos com duração de aproximadamente quatro horas e investimento de 2.200 ARS.

 

O passeio inicia às 18h00min, quando já está escuro em Ushuaia e um transfer busca os passageiros no hotel para levá-los ao centro invernal.

 

Uma vez no Cerro, a noite começa com um passeio de Moto de Neve por uma estradinha incrivelmente linda. Depois, Trenós puxados por Cães levam até um refúgio no meio do vale, onde será servido um chocolate quente e um bolinho. Em seguida, inicia-se uma curta caminhada com raquetes de neve, ou snowshoes, até a casa da administração do Cerro Valle dos Lobos. Um jantar típico patagônico é servido, com direito a uma garrafa de vinho, empanadas argentinas de entrada e um cordeiro patagônico de prato principal. Simplesmente maravilicioso!

 

Nota: Como o passeio acontece à noite, e ao ar livre, use roupas quentes e, se possível, impermeáveis. Não se esqueça de usar uma capa de vento.

Bares

 

Bar Ideal (ou Galway Irish Pub): Muito tradicional entre os locais, esse é o bar mais antigo da cidade, com quase 60 anos de existência. Localizado na Av. San Martín, 393, esquina com a Calle Roca, o Bar é pouco recomendado para comer, prefira apenas conhecê-lo, tomar umas cervejas e divertir-se.

 

El Viejo Bar: Um lugar tranquilo e agradável para tomar algo. Lozalizado na Gobernador Deloqui, esquina com a Calle 09 de Julio.

 

Dublin Irish Pub: Localizado na Calle 09 de Julio, 168, o bar é recomendado para tomar umas cervejas e descontrair com amigos.

 

U – Bar: Este é um bar frequentado predominantemente por pessoas da região. O ambiente é muito bom e os preços acessíveis. É perfeito se tiver vontade de tomar umas cervejas e passar a noite na companhia de amigos lembrando as emocionantes atividades feitas durante o dia e conhecendo novas pessoas. Av. San Martín, 19.

Cafés / Lanches

 

Darwin Coffee Bar: Localizado na Gobernador Godoy, em frente ao Tante Nina. O Darwin é um resto bar familiar, com excelente atendimento, preços muito bons e comida igualmente boa, além do ambiente super agradável.

 

Dieguito: Não deixe de comer as empanadas mais famosas de Ushuaia. Está lozalizado na Magallanes, 767.

 

Dody: Para os amantes de churros, Ushuaia não decepciona. Localizado na Av. San Martín, principal rua da cidade, o Dody Churros fica bem ao lado do restaurante Bodegón Fueguino. O local é muito pequeno e não tem espaço para comer, sendo necessário comprar para viagem. Fique atento ao horário de funcionamento, pois abre tarde e fecha cedo.

 

El Almacen Ramos Generales: Situado na Av. Maipú, 749, Ramos Generales é possivelmente um dos lugares mais ecléticos de Ushuaia. A mistura entre bar, museu, boutique e doceria francesa, é o que dá um toque curioso, especial e único ao local.

 

El Vagón: Um restaurante que imita um vagão do trem que levava os prisioneiros da cidade para trabalhar no parque nacional. O ambiente é original, íntimo e aconchegante. Vale a pena conhecer, tomar um chocolate quente (o melhor que tomei em Ushuaia) e comer alfajor de doce de leite. Av. Maipú, 773.

 

La Cabaña – Casa de Té: La Cabaña é uma casa de chá que fica na base do Glaciar Martial. O local é charmoso e parece uma casa de bonecas, por causa de sua decoração intimista. Uma visita ao lugar para descansar e tomar algo quente depois de fazer uma caminhada ao Martial é uma ótima pedida!  No local são servidos lanches e comidas leves, como sanduíches, medialunas, muffins e doces, além de chocolates quentes e muitos tipos de chá. 

 

Laguna Negra: Fica na Av. San Martín, 513, e todos recomendam. Falam mil maravilhas... Fui e achei o chocolate quente muito ruim. O do El Vagón dá de um milhão a zero, na minha modesta opinião. 

 

Ovejitas De La Patagonia: Indicado para chocolate quente, torta e sorvete. Está situado na Av. San Martín, 87.

 

Tante Sara Restaurant & Bar: Localizado na Av. San Martín, 701, o restaurante funciona desde a manhã até a noite, e é procurado tanto para tomar um café da manhã como para fazer um lanche à tarde ou um jantar.

Restaurantes

 

Bar de Pizzas: Para comer uma pizza, fazer uma refeição rápida, comer um calzone ou uma empanada, o BarDpizzas é uma boa opção em Ushuaia. O local é simples, tem um atendimento legal e preços bons. Está situado na Av. San Martín, 753.

 

Bodegón Fueguino: Um prato típico de Ushuaia (e da Patagônia argentina) é o cordeiro patagônico, e um dos lugares mais legais para experimentar essa iguaria é o restaurante Bodegón Fueguino – localizado na Av. San Martín, 859. Por lá você encontra um cardápio com diversas opções, mas o cordeiro, em especial, é o que faz sucesso na casa. O famoso prato é servido de diversas formas, com variados acompanhamentos, mantendo a essência de ter uma carne macia e saborosa.

 

Chez Manu: Famoso na região pela boa comida francesa e pela vista deslumbrante. No cardápio, receitas como o medalhão com molho de cogumelos ou sementes de mostarda e o coelho com salvia e mostarda à moda antiga. Direção: Luiz Fernando Martial, 2135.

 

Cristopher Grill & Cerveza: Destaque para a costelinha de porco com barbecue. Localizado na Av. Maipú, 828, com uma excelente vista e ótimas recomendações! 

 

El Almacen Ramos Generales: Com um ambiente bem rústico, lotado de objetos antigos nas paredes e até nas mesas onde os clientes comem, este é um dos locais mais singulares para se comer em Ushuaia. Em vez de um cardápio de papel tradicional, utiliza-se um quadro negro para mostrar ao cliente as opções do dia, que não são muitas, mas tem um pouquinho de tudo - sopas, massas, carnes. Sugere-se o local para ir à noite, beber um vinho ou uma cerveja, petiscar e curtir a atmosfera. Atenção: se você tem alergia, pode sofrer com a poeira dos objetos antigos nas paredes!

 

Kalma Resto: Pequeno, estilo bistrô, daqueles em que o Chef vai até a mesa se apresentar e explicar o cardápio, que conta com pratos preparados com as especialidades locais, como a Centolla (caranguejo gigante) e outros peixes. Está localizado na Antártida Argentina, 57. 

 

Kaupé Restô & Wine Bar: Situado na Calle Roca, 470, o Kaupé é um dos restaurantes mais badalados de Ushuaia, além de ser considerado um dos melhores da Argentina. Ele faz o perfil refinado, com comida de qualidade e boa carta de vinhos. É o local ideal para quem aprecia peixes e frutos do mar, composição principal do cardápio oferecido. O restaurante fica na parte alta da cidade, com uma vista impactante da Baía de Ushuaia e do Canal Beagle. Visitando o lugar, não deixe de fazer sua reserva antecipadamente - trata-se de um restaurante disputado - e de pedir uma mesa próxima à janela. Li que a Merluza na Manteiga é uma boa pedida.

Küar Resto Bar: Um dos melhores restaurantes da cidade. Ideal para um jantar romântico, com uma bela vista para Ushuaia. Em Küar Resto Bar você poderá degustar as especialidades da gastronomia local acompanhadas pelos seletos tipos de vinhos com os quais trabalha este restaurante e bar. A decoração é chamativa, misturando modernidade e minimalismo com elementos característicos das decorações mais rústicas que são tradicionais em Ushuaia. A vista deste restaurante ao canal é incrível. No cardápio, o prato imperdível é o risoto de frutos do mar e a Merluza Negra. O Kuar tem duas filiais na cidade, uma no centro (Av. San Martín, 471), e outra mais afastada, na beira do Canal Beagle (Av. Perirto Moreno 2232) - ideal para um jantar romântico.

 

La Casa De Los Mariscos: Típica casa de mariscos localizada na Av. San Martín, 232. Muito bem recomendada!

 

La Cantina Fueguina de Freddy: Indicado para comer Centolla e Merluza Negra. Recomendado a Centolla Parmesan. Av. San Martín, 318.

 

La Mesita de Almanza: Difícil de chegar, mas não impossível, risos. Está na lista dos 10 restaurantes mais inacessíveis do mundo, mas também como uma experiência única e inesquecível.

 

María Lola Restó: As massas feitas no restaurante são leves e gostosas, com acompanhamentos que são populares na cozinha regional, como camarão, merluza e centolla. Para quem gosta de frutos do mar, sugere-se o ravióli negro acompanhado de camarões e salmão. Gobernador Deloqui, 1048.

 

Paso Garibaldi Resto Bar: Localizado na Gobernador Deloqui 133, o Paso Garibaldi é um restaurante simples, com serviço eficiente e comida saborosa. Soube que o risoto de cogumelos é de comer rezando e que a panqueca de doce de leite é maravilhosa.

 

Tante Nina: Considerado um dos melhores restaurantes em Ushuaia para quem deseja comer peixes e frutos do mar. O salão é refinado, o ambiente tem música agradável suave e vista para o Porto de Ushuaia. O restaurante não é barato, mas certamente a experiência gastronômica é muito positiva para quem gosta de peixes. Por mais de três décadas, a tradição por lá são receitas especiais do mar, como a sopa de caranguejo. Porém, a Merluza Negra se destaca e é o prato imperdível do restaurante. Dica de Sobremesa: Dizem que o crepe de doce de leite com sorvete de creme é delicioso! Direção: Gobernador Godoy, 15.

 

Tia Elvira: Situado na Av. Maipú, 249, o Tia Elvira é mais um dos restaurantes de Ushuaia especializados em pratos como peixes e frutos do mar. A centolla é um dos mais pedidos da casa e o restaurante é, inclusive, um local tradicional na cidade para experimentar esse prato.

Extras

 

Milonga del Fin del Mundo: Se você é apaixonado por tango ou simplesmente se interessa em conhecer mais sobre esta sensual dança argentina, deve visitar a Milonga del Fin del Mundo, um clube de tango onde poderá apreciar aos assíduos dançarinos e possivelmente experimentar seus próprios passos de dança.

 

Antártica: Os cruzeiros partem de Ushuaia para a Antártica, o mais frio, ventoso e isolado paraíso ecológico da Terra. É o continente mais frio, mas também o mais seco, com 0% de umidade. A Península da Antártica, a região mais visitada, é a mais quente de todo o continente.

 

As saídas ocorrem somente no verão, de Novembro a Março, com opções de 11/12 dias (Antártica Clássica) ou 15 dias (Cruzando o Círculo Polar Antártico). A capacidade máxima no navio pode variar entre 73 e 199 pessoas, a depender da embarcação. Sobre o valor, prepare-se para fazer um mega investimento entre U$D 5.000 e U$D 13.000, mais possíveis gastos que podem variar de U$D 195 (Caminata com Raquetas de Nieve) a U$D 895 (KAYAK). É necessário fazer um seguro médico e recomenda-se separar um valor de U$D 10 pessoa/dia para propina ou gorjeta. Para mais informações, entre em contato com Zelfa clicando aqui.

Espero que tenham gostado... Boa viagem e até a próxima!

Ushuaia
Ushuaia
Ushuaia
El Barco y El Faro
Faro Les Éclaireurs
Islas Bridges
Isla de Los Lobos
Ushuaia
Ushuaia
En el Barco
Isla Martillo
Pinguinera
Pinguinera
PiraTour
Estación del Fin del Mundo
Locomotora Ingeniero Porta
Locomotora Ingeniero Porta
Estación La Macarena
Tren del Fin del Mundo
Fin de la Ruta Nº 3
Bahia Lapataia
Parque Nacional Tierra del Fuego
Lago Roca
Laguna Esmeralda
Laguna Esmeralda
Castorera
Castorera
Castor
Lago Escondido
Paso Garibaldi
Lago Fagnano
Lago Fagnano
Aerosilla Glaciar Martial
Aerosilla Glaciar Martial
Vista del Glaciar Martial
La Cabaña
La Cabaña
Glaciar Martial

Sobre o Teleférico

 

Horário: 09h00min às 16h30min.

 

Duração: 15 minutos.

 

Valor: 80 ARS.

 

Nota: Certifique-se do funcionamento do teleférico com antecedência.

 

À tarde, aproveite para passear pelo centro da cidade.

 

Muitos indicam a visita ao “Museu Marítimo e ex Presídio de Ushuaia”. Em pesquisas, li comentários positivos e negativos quanto às experiências. Recomendo conhecer a Galeria Temática “Pequeña Historia Fueguina”, que conta com comentários superpositivos. Não fui a nenhum dos dois, risos, mas o “Pequeña Historia Fueguina” chamou minha atenção por parecer mais descontraído, interativo e divertido.

Museo Marítimo y del Presidio de Ushuaia
Galeria Temática Pequeña Historia Fueguina
La Ultima Bita
La Ultima Bita
La Ultima Bita
Ushuaia
Nave Tierra
Valle Tierra Mayor
Nieve y Fuego
Aerosilla Cerro Castor
Aerosilla Cerro Castor
Cerro Castor
Cerro Castor
Fogón Blanco
Bar Ideal
Bar Ideal
Ushuaia
Ushuaia
Ushuaia
Antártica
Tren del Fin del Mundo