Cancún é uma cidade que fica na costa leste do estado de Quintana Roo, no México, em uma península que se tornou um dos centros turísticos mais importantes do mundo, tendo conseguido preservar suas belezas naturais e sua cultura ancestral, representada principalmente em cidades Mayas, como Tulum, Uxmal ou Chichén Itzá, fundadas no período pré-colombiano.

 

Em Cancún existem cerca de 22 km de praias de areia fina, divididos entre a lagoa e o mar. As ruínas, as praias, a vegetação, os parques cheios de espetáculos de entretenimento, o clima, a fauna marinha e a estrutura hoteleira fazem de Cancún um dos destinos turísticos mais visitados do mundo.

 

A grande maioria dos resorts fica ao longo do Boulevard Kukulcán, de frente para o mar do Caribe, na chamada Zona Hoteleira. Na hora de escolher o seu, leve em consideração que os primeiros 09 km têm praia mais calma e a vida noturna mais animada; até o km 14, o mar vai ficando mais agitado, e o comércio abundante; dali por diante o mar fica cada vez mais bravo e os arredores se tornam menos interessantes.

 

Apesar de ser uma cidade com mais de 600.000 habitantes, a parte mais turística de Cancún se resume à Zona Hoteleira, onde estão localizados os incríveis resorts, os famosos bares e as tão animadas e desejáveis boates. A temperatura média anual é de 27ª, podendo chegar perto dos 40ª no pico do verão. O Mar do Caribe, com sua areia branca e sua água azul cristalina, é um chamariz para banhistas, surfistas e mergulhadores.

 

Essa viagem foi realizada de 28/01 a 05/02/2015, totalizando 08 noites, com um amigo e ficamos hospedados no Krystal Cancún. O hotel/resort não é o mais chique nem o mais luxuosos da região, mas cumpriu com sua missão durante nossa estadia. Conforto e praticidade são adjetivos que descrevem bem nossa hospedagem. Localizado a apenas alguns metros da rua mais badalada de Cancún, conseguíamos fazer muitas coisas caminhando.

La Playa del Hotel Krystal Cancún

Cancún: Bienvenidos al Paraíso

Roteiro

 

 

Dia 01: Isla Mujeres

 

Como chegar: Pegar o Passenger Ferry da empresa UltraMar que realiza saídas a partir de quatro localidades em Cancun, são elas:

 

El Embarcadero - Boulevard Kukulkán - KM 04 - Primeira saída às 09h15min e a última volta às 17h30min;

 

Playa Tortugas - Boulevard Kukulkán - KM 6,5 - Primeira saída às 09h00min e a última volta às 17h30min;

 

Playa Caracol - Boulevard Kukulkán - KM 9,5 - Primeira saída às 09h00min e a última volta às 17h15min;

 

Puerto Juarez – UltraMar Maritime Terminal - Ida: Das 05h00min às 20h30min - de meia em meia hora - e 21h30min, 22h30min, 23h30min; Volta: Das 05h30min às 21h00min - de meia em meia hora - e 22h00min, 23h00min , 24h00min.

Dia 03: Riviera Maya: Akumal + Tulum + Cenotes 

 

Você tem duas opções para esse dia.

 

Ou faz por conta própria Tulum e Akumal (o que eu fiz), ou reserva uma excursão que te levará a esses três lugares (o que eu gostaria de ter feito) no mesmo dia.

 

Por conta própria:

 

Pegar o ônibus pela manhã, bem cedo, e ir à estação ADO ($1). Pegar uma das vans em frente à estação ($3) em direção à Playa del Carmen - uma hora e meia de viagem. Em Playa del Carmen, pegar outra van ($3), em direção a Tulum, mais uma hora e meia de viagem.

 

Chegando a Tulum, dá para passear na vila, fazer um lanche e seguir até às ruínas Mayas para conhecê-las. Tem um trenzinho que faz o percurso da vila até a entrada do parque por apenas 20 MXN, ida e volta.

Obs9: Dentro do parque tem muitos vendedores ambulantes, mas atente-se para o preço! Caso se interesse por algo, pode pechinchar o máximo que conseguir, pois eles colocam o preço lá em cima para ver se cola. Comprei uma mandala linda, linda, linda, que eles queriam me vender por $40, resultado, paguei $10 e, talvez, tivesse conseguido mais barato ainda.

 

Obs10: Dentro do parque não tem nada de comer ou beber para vender e do lado de fora, no saguão, é tudo um absurdo de caro, então, aconselho levar uns lanchinhos e água.

Dia 04: Xcaret

 

Fiz sem excursão, mas devido à longa mão de obra (ida: ônibus+van+van e volta: van+van+ônibus), recomendo fechar o passeio no hotel. A entrada no parque com almoço custa $129 + $14 de transporte ida e volta, o que resulta em um total de $143 e se não me engano o passeio completo custa em média $149. Acho que vale o valor pelo conforto de sair do próprio hotel e ir direto para o parque e sair do parque direto para o próprio hotel, sem ter que pegar vários transportes.

 

Em Cancún, os parques são atrações turísticas obrigatórias. São muitas opções, o que torna difícil escolher apenas um para conhecer. Escolhi o Xcaret por ter se destacado em alguns sites como o melhor.

 

O Xel-Há, pelo que eu li, me pareceu um pouco infantil. O Xplor é mais aventura, muitas tirolesas, etc. O Xcaret foi o que mais me atraiu e não deixou a desejar em nenhum segundo.

 

Amei cada experiência no parque. Além disso, já tinha lido que o melhor lugar para fazer o nado com golfinhos era no Xcaret, então já estava super empolgada com o parque.

Dia 06: La Isla Shopping Village + Mercado 28 + Playa del Carmen (Opcional)

 

Quando viajo, lojas e shoppings não estão no topo da minha lista do que não deixar de fazer no local, a menos que seja uma atração turística ou algo rápido, apenas para comprar algumas lembrancinhas para mim, minha família e meus amigos.

 

Em Cancún, o Shopping La Isla é parada obrigatória, o lugar é lindo, lindo, lindo. Um shopping aberto, agradável, com um canal que praticamente te transporta a Veneza, e com uma linda orla beirando o mar do Caribe. Sugiro ir pela manhã, passear, visitar o Aquarium Cancún (diariamente das 10h30min às 19h30min) e almoçar por lá mesmo (indico o restaurante La Parrilla, que serve comida mexicana).

Dia 07: Adventure Bay + Hotel

 

Para o último dia, que tal uma mistura de aventura com tranquilidade?

 

Reservei esse dia para uma despedida em grande estilo desse lugar paradisíaco que é Cancún.

 

Para começar, que tal dar um pulinho em Playa Tortugas e conferir as atrações disponíveis no Adventure Bay?

Hotel Krystal Cancún
Hotel Krystal Cancún

Não optamos pelo sistema all inclusive, já que nossa intenção não era passar a viagem aproveitando o resort. Então, passamos no mercado (Walmart) e compramos itens básicos de sobrevivência como água, pão, queijo, presunto, barra de cereal, chips, salgadinho e bebida, risos. Assim, tomávamos café no quarto, levávamos alguns lanches para comer quando a fome apertasse, almoçávamos e jantávamos fora.

 

Visto: Não é necessário para ir a Cancún.

 

Cia Aérea: Fui pela Copa Airlines. Vale comentar que a companhia faz conexão no aeroporto de Tocumen, no Panamá e oferece uma parada grátis na cidade, mas, infelizmente, só descobri isso depois de já ter comprado a passagem. Então, vale pesquisar melhor e se informar mais sobre o assunto, caso tenha interesse em conhecer o lugar e aproveitar essa cortesia. Sites que recomendo:

 

Copa Airlines: Agora é possível visitar o Panamá

Falando de Viagem: Parada Grátis na Cidade do Panamá

Melhores Destinos: O que fazer durante uma conexão longa na cidade do Panamá?

 

Vacina: Não é necessário tomar a vacina contra febre amarela se fizer somente conexão em Tocumen. Mas caso deseje conhecer a cidade, é indispensável ter o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) com comprovação da vacina contra febre amarela para apresentar no momento oportuno.

 

Translado: Chegando ao aeroporto de Cancún, optei pelo Shuttle, que é o meio de transporte intermediário com relação ao preço. Enquanto o ônibus sairia super barato, porém teria que andar bastante com a bagagem até a parada de ônibus e depois da parada de ônibus até o hotel; o táxi sairia mais caro devido à exclusividade do serviço, mas, em compensação, super confortável e prático. O shuttle surgiu para unir o útil ao agradável - o conforto ao preço mais acessível - por isso o escolhi. É como uma van, com vários passageiros que irá cada um ao seu destino/hotel e custa apenas $16 por pessoa. Se estiver em grupo, o táxi acaba saindo em conta.

 

Moeda: A moeda local em Cancún é o peso mexicano. Aconselho levar dólar por ser aceito em 90% dos lugares. O troco, por sua vez, poderá ser tanto em dólar quanto em peso. $1 varia de 10 a 14 MXN, depende da cotação de cada estabelecimento, então, em algumas ocasiões vale mais a pena pagar com peso (que você, eventualmente, já recebeu de troco).

 

Transporte Público: É muito fácil utilizar o transporte público em Cancún. O ônibus custa apenas $1 e tudo gira em torno das linhas R-1 e R-2. Uma dessas duas linhas, com certeza, irá te levar para onde você desejar ir, risos. Seja para o Shopping La Isla (muuuito lindo, mas algumas lojas só aceitam peso), seja para o Plaza Outlet (lojas com preços mais acessíveis, mas a maioria das lojas só aceita peso), seja para o Walmart (mercado), seja para Playa Tortuga (Adventure Bay), seja para a ADO (estação rodoviária), seja para a Zona Hoteleira de volta. Falarei melhor sobre cada um desses lugares no decorrer do roteiro.

 

Culinária: Por mim, eu teria comido todos os dias chips, guacamole, tacos, burritos etc. A comida mexicana é simplesmente divina! Geralmente eu pedia burrito de carne, e todas as vezes eu me certificava se incluía queijo, salada, feijão e guacamole – itens que considero indispensáveis.

 

Se preferir, veja o roteiro rápido ou as dicas gerais.

La Playa del Hotel Krystal Cancún'
UltraMar Passenger Ferry

O hotel em que estávamos ficava pertinho de uma das saídas, então fomos andando até Playa Caracol e pegamos o ferry. A travessia começa às 09h00min, tem duração de 25min e custa $22 ida e volta. Aconselho pegar o primeiro ferry para aproveitar melhor o dia na ilha.

 

O lugar é fascinante, não dá vontade de ir embora. Localizada a poucos quilômetros de Cancún, esta pequena ilha de 01 km de largura e 08 km de extensão encanta seus visitantes. Repleta de turistas que vêm de Cancún para passar o dia, essa pacata e sossegada ínsula é a escolhida para quem procura tranquilidade e pouca badalação. Isla Mujeres é um lugar privilegiado, pois combina a beleza do Caribe, a riqueza de sua floresta tropical e o patrimônio da civilização Maya. É um dos tesouros naturais do México, um verdadeiro paraíso na Terra.  

Isla Mujeres - Quintana Roo - México

Por ser pequena, a melhor forma de explorá-la é alugando um dos vários carrinhos de golfe em uma das várias empresas existentes no local. Vale pesquisar o menor preço ou tentar fazer a sua proposta de valor. Pagamos $40 pelo dia inteiro e se não me engano a capacidade é para cinco pessoas, mas é aquela coisa, quanto mais cheio, mais pesado o carrinho fica, consequentemente, mais lento também.

 

O ferry chega ao Downtown, próximo à Playa Norte, mas deixe esse destino para mais tarde. Alugue o carrinho de golfe, com sua habilitação nacional, e desça em direção à Ponta Sur. Achei a sinalização da ilha um pouco fraca, mas nada que atrapalhe o turismo... Por ser pequena, ainda que você se perca, no final das contas você se acha, risos. Qualquer coisa é só pedir informação no caminho ou seguir o fluxo dos turísticos carrinhos de golfe. 

 

No percurso, pare para tirar fotos no Mirante...

Isla Mujeres

... e para visitar a Tortugranja (entrada: $3 ou 30 MXN+ ração para tartaruga $1 ou 10 MXN). 

Isla Mujeres

Em seguida, continue passeando com o carrinho até a Ponta Sur... Aproveite para apreciar a vista deslumbrante e tirar muitas fotos. 

 

Isla Mujeres
Isla Mujeres

Depois de visitar a Ponta Sur, volte para a Playa Norte para almoçar e ficar até a hora de pegar o ferry de volta, que sai por volta das 17h00min.

 

No caminho de volta para a Playa Norte, encontramos um restaurante muito legal, o The Joint - Reggae Bar N Grill, onde tomamos um drinque (80 MXN), relaxamos e ouvimos uma boa música ao vivo. 

 

Isla Mujeres
Isla Mujeres
Isla Mujeres

Na Playa Norte, havia pesquisado sobre um restaurante chamado Zazil Ha, muito recomendado para o almoço. Mas, quando a fome apertou, tudo o que encontrei com esse nome foi uma rua, bem escondida por sinal, onde parei para almoçar no restaurante Fênix.

 

Para a entrada, pedi chips com guacamole (95 MXN) e burrito de arrachera asada (180 MXN) como prato principal. Por ser muito bem servido, dá para dividir o prato por dois tranquilamente. Tudo de comer rezando e depois ainda lamber os dedos, risos. HUUMMMa delícia!!!

Isla Mujeres
Isla Mujeres

Após o almoço, aproveite para tomar um maravilhoso banho de mar na Playa Norte, passear pela linda orla de Isla Mujeres e pelo centro também. Depois, devolva o carrinho e pegue o ferry que sai por volta das 17h00min ou, se preferir ficar até mais tarde, pegue o ferry que volta para Puerto Juarez e de lá um ônibus para o hotel.

 

Isla Mujeres

Obs1: Em pesquisas, li a respeito do Parque do Garrafón ($50) e o Garrafón de La Castilla, que fica ao lado do Parque Garrafón, só que bem mais barato (50 MXN), como lugares interessantes para visitar, tomar banho de mar, fazer snorkel etc. Entretanto, quando cheguei e avaliei o local, achei melhor seguir em direção à Playa Norte e aproveitar o restante do dia conhecendo novas belezas da ilha, ao invés de optar por um parque fechado, já o que o tempo, infelizmente, era curto.

 

Obs2: Li que o cemitério é também um ponto turístico a ser visitado. Passamos de carro e é realmente uma graça, mas não descemos. Continuamos o trajeto...

 

Obs3: A Avenida Hildalgo é a principal via de Isla Mujeres rodeada por lojinhas, restaurantes e vendedores de passeios turísticos.

 

Dia 02: Isla Cozumel

 

Para esse passeio vou indicar, por experiência própria, o que você NÃO deve fazer. Não faça o mesmo que foi feito no dia anterior, com a Isla Mujeres. Não queira explorar tudo por conta própria. Não vai ser tão fácil nem tão legal quanto ontem.

 

Vou começar descrevendo o que eu fiz e, em seguida, o que eu recomendo.

 

Saímos cedo do hotel e pegamos um ônibus ($1) até a ADO (estação rodoviária). Chegando à ADO, não pegamos o ônibus na estação rodoviária, mas sim uma das várias vans ($3) que ficam logo em frente à ADO, com destino à Playa del Carmen. A viagem leva em média uma hora e meia. Chegando à Playa Del Carmen, andamos algumas quadras até chegar à praia e pegar o ferry até Cozumel, que custa $24 ida e volta. Na realidade, atrasamos um pouco, pois o tempo estava meio duvidoso, o que nos fez perder boa parte do dia na ínsula. 

 

Chegando à ilha, procuramos a empresa que já tínhamos fechado o aluguel do carro ($48) enquanto ainda estávamos em Playa del Carmen. Por sorte, fomos praticamente os primeiros a chegar ao local. Logo em seguida, uma fila começou a se formar e haja paciência para o atendimento demorado. 

Isla Cozumel - Quintana Roo - México

Com o carro em mãos, partimos para conhecer e explorar a tão famosa ilha.

 

Resultado: mais nos perdemos e perambulamos sem destino e sem sucesso nenhum do que realmente aproveitamos, risos. Então, para não dizer que não fizemos nada, entramos no Chankanaab Park ($21 adulto e $14 criança de 03 a 11 anos) e aproveitei para fazer o nado com golfinho no Dolphin Discovery (que foi excelente, apesar de caro: $109 + $87 das fotos), enquanto meu amigo mergulhava na praia do parque. Não paguei a entrada do parque, pois ou já estava inclusa no valor da experiência com o golfinho ou era cortesia devido ao alto valor da atividade. 

 

Isla Cozumel

Logo mais a festa acabou, o parque fechou (de segunda a sábado das 08h00min às 16h00min), o Sol se pôs e voltamos para devolver o carro (até às 18h00min).

 

Passeamos um pouco pelo centro e pela orla lindíssima de Cozumel enquanto esperávamos para pegar o último ferry, às 19h00min.

 

Agora, o que eu recomendo:

 

Para começar, Cozumel não é pequena como Isla Mujeres. Com 53 km de circunferência (e outros 14 km de comprimento), é a maior ilha do México. Dessa forma, o transporte não será por meio de aluguel de carrinho de golfe, e sim de carro ou scooter (se for alugar, recomendo a scooter). Cozumel fica a 60 km ao sul de Cancún e é o paraíso dos mergulhadores, com a segunda maior barreira de corais do mundo e uma visibilidade de até 30 metros embaixo d’água.

 

A principal atração é o mergulho, mundialmente famoso. Você irá encontrar várias operadoras que fazem este mergulho, fique atento à região onde elas operam, o sul da ilha, brindado com correnteza de leve a moderada, concentra os melhores arrecifes. Os locais mais celebrados são as paredes de Santa Rosa e Cedral e o "complexo" de Palancar, que conta com jardins coralinos e belíssimas cavernas.

 

Indico fechar um tour para Cozumel desde o hotel, ou reservar com antecedência com alguma agência, ou procurar algum passeio interessante ao chegar à ilha. Os guias, com toda experiência no negócio, irão levar você aos lugares mais bonitos para fazer mergulho, snorkel, ou seja lá o que for que dê para admirar a beleza dos arrecifes de Cozumel e da diversa vida marinha ali existente. Para mais informações, clique aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Há vários tipos de passeios, uns menores, com barco pequeno e grupo menor, com direito a três paradas para mergulho, material (máscara, snorkel e pé de pato), bebidas e um guia, com uma média de 02 horas de duração e custa por volta de $30 por pessoa; e outros maiores, como o de catamarã para a barreira de corais, que dura cerca de 04 horas e sai em torno de $80, incluindo almoço em uma ilha particular, bebida durante todo o passeio (incluindo alcoólicas) e equipamento de snorkel, mas esses não estão disponíveis aos domingos.

 

Aliás, em pesquisas descobri que como não tem cruzeiro na ilha aos domingos, os mexicanos aproveitam para descansar. Logo, tudo fica um pouco limitado e fecha. Portanto, mesmo sendo um dia mais vazio de turistas, não é muito recomendável a visita à ilha nesse dia.

 

Obs4: Chankanaab é um parque que fica mais ao sul da ilha, está localizado no Parque Nacional Marinho de Arrecifes e apresenta uma linda formação de corais que é possível mergulhar. O parque também te dá a possibilidade de nadar com golfinhos, assistir a um show de leões marinhos, passear pelo jardim botânico, visitar a zona Maya que reproduz uma vila Maya, onde os visitantes podem conhecer um pouco mais sobre a cultura e a prática de cultivo desse povo, dentre outras atividades. É o local mais procurado pelos passageiros dos cruzeiros, pelo fato de proporcionar muitas atividades no mesmo dia e em um só local. O valor da entrada é de US$21 para adultos e US$14 para crianças entre 03 e 11 anos, as atividades como o nado com os golfinhos são cobradas à parte.

 

Obs5: Para Cozumel, as saídas de Playa del Carmen variam conforme o mês do ano e de acordo com os dias pares e ímpares. Geralmente a partir das 07h00min ou 08h00min e retorno até às 19h00min ou 21h00min. Importante verificar no local ou no site da UltraMar. Valor da travessia: $24 ida e volta.

Isla Cozumel
Tulum - Riviera Maya - México

A entrada custa 64 MXN, e quando li que só aceitava peso quase entrei em desespero. Como assim eu não li nada sobre isso antes, risos? Além do mais, eu sou relativamente desligada e quando resolvo reparar em alguma coisa é justamente no que eu não queria reparar, ou no que eu não queria acreditar naquele momento.

 

Mas, contando rapidamente tudo o que eu tinha em peso, e já pensando em fazer o câmbio com algum desconhecido ali mesmo na fila, eis que consigo o valor. Ufa! Como consegui o valor, nem perguntei se aquele anúncio realmente procedia. Mas, posteriormente, soube de pessoas que pagaram em dólar... Pa-lha-ça-da, risos.

 

Meu coração foi a mil quando li aquilo. Eu viajei cerca de 03 horas para não entrar só porque tinha apenas dólar na mão? Como assim, produção? Quando na realidade parece que eles aceitam dólar e colocam aquele anúncio só para assustar a gente.

 

Tulum é um sítio arqueológico correspondente a uma antiga cidade Maya e uma das principais atrações da península de Yucatán. As ruínas são muito bonitas e ficam ainda mais bonitas quando vemos que, ao fundo, está o maravilhoso mar azul do Caribe, de beleza ímpar. O lugar é fascinante.

Tulum
Tulum

Em seguida, pegue uma van para voltar ($3), sentido Playa del Carmen, porém peça para descer em Akumal.

 

Esse é um destino que eu considero imperdível!

 

Uma colônia de tartarugas marinhas frequenta a baía todos os dias... São lindas, maravilhosas, admiráveis... Fiquei completamente apaixonada por cada uma delas e pela praia de Akumal, que é esplêndida, um verdadeiro paraíso!

 

Akumal - Riviera Maya - México

Tem um restaurante muito gostoso chamado Lol-Ha, onde recomendo almoçar (130 MXN burrito de carne + 25 MXN guacamole + 37 MXN coca + 37 MXN água), vale muito a pena!

 

Depois, é só alugar o equipamento de snorkel e partir para se encantar com as enormes tartarugas marinhas que estão a sua espera.

 

Vale ressaltar que o lugar que faz o aluguel fecha às 16h00min, mas tem uma casinha que vende o equipamento e fecha às 17h00min. Acabei tendo que comprar porque cheguei tarde, mas usei tanto que valeu muitíssimo cada dólar. Ainda voltei outro dia e nadei mais e mais com as minhas tartarugas amadas.

 

Obs6: Se tiver equipamento de snorkel aqui no Brasil e quiser economizar, vale a pena levar para usar em Akumal. Comprei o meu por $35, mas custava $45, consegui um bom desconto.

 

Obs7: No caixa do restaurante Lol-Ha você pode efetuar o aluguel de um locker. A vantagem do locker é a segurança de entrar no mar sem ter que deixar as coisas na areia com alguém tomando conta. Assim, dá para curtir sem preocupações.

Obs8: Dica de ouro de quem nadou com as tartarugas até não aguentar mais e depois ainda voltou ao local só para nadar mais com elas. Sem dúvidas, um sonho realizado! Quando avistar muitas pessoas juntas em um mesmo lugar, não duvide, tem tartaruga ali no meio. Se quiser fazer vídeos, acompanhe as tartarugas grandes. Esqueça todo mundo e fique nadando, nadando, procurando, procurando, procurando, que quando você menos esperar, irá encontrá-las. Uma vez, quando percebi, estava com cinco tartarugas enormes embaixo de mim, não acreditei, era demais para ser verdade, risos. Então, não perca muito do seu tempo tentando filmar o nado com as tartarugas novinhas, elas são muito ágeis e “inexperientes” com turistas aventureiros. Eu tentei filmar, achei que estava "bombando" quando na realidade não saiu foi nada, parecia que eu estava nadando sozinha. Então, quando encontrar as tartarugas grandes, que às vezes estão sozinhas, mas geralmente andam em casal, junte- se a elas. As tartarugas ficam lá embaixo comendo durante alguns minutos, mas quando sobem, dá para alcançá-las e fazer uns vídeos bem interessantes, sem contar que, além de não serem tão ágeis quanto as novinhas, são mais receptivas às câmeras e às pessoas ao seu redor. Fiquei apaixonada, queria trazê-las comigo, rsrs! Ah, soube que no início da manhã e no final da tarde são os horários mais propícios para encontrá-las. Sorte ou destino, as duas vezes que eu estive lá era fim de tarde, umas 16h00min em diante, por aí...

Akumal
Akumal

O pôr do Sol em Akumal é inesquecível, aproveite para admirá-lo e tirar muitas fotos para guardar de lembrança.

 

Saindo da praia, é necessário pegar uma van que vai para Playa del Carmen ($3).

 

Caminhe algumas quadras em direção à praia (certifique-se que está indo na direção correta) e conheça a charmosa 5ª Avenida de Playa del Carmen. A avenida é enorme, recomendo caminhar para os dois lados, descobrir lugares e aproveitar essa encantadora vila. Lembrando que o cruzamento da 5ª Avenida com a Calle 10 é a famosa rua dos bares, e o cruzamento com a Calle 12, a afamada rua das boates.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando estiver cansado é só pegar uma van e voltar para Cancún ($3). Chegando à estação ADO, pegar o ônibus que vai para a Zona Hoteleira ($1).

 

Excursão: Reservar um tour que visite os três lugares da Riviera Maya no mesmo dia: Akumal, Tulum e Cenotes - espécies de cavernas e grutas. Cenote é um poço ou lagoa natural de água doce alimentado por um rio subterrâneo que se forma em muitos lugares do Yucatán pela erosão do solo, e que os mayas tinham um uso sagrado.

Akumal
Playa del Carmen - Riviera Maya - México
Xcaret - Riviera Maya - México

Nas pesquisas que realizei, o que mais chamou a minha atenção foi com relação à dimensão do parque. Li em muitos textos sobre sua imensidão, mas não foi o que eu constatei. Achei grande, mas nada monstruoso como cheguei a imaginar. 

 

Para você ter uma ideia, eu já tinha estudado o mapa a fim de encontrar a melhor maneira de ver tudo o que me interessava sem perder muito tempo. A boa notícia é que não precisa se afobar como eu. O tempo é suficiente para conhecer todo o parque com tranquilidade.

 

Assim que chegamos fomos logo para o lado esquerdo do parque e subimos na torre para conhecer a vista dali. Devo dizer que a torre além de ser 360º ainda fica rodando para que todos possam ver tudo de todos os ângulos, então para os que não gostam de nada que gire – mesmo que lentamente – melhor evitar ir ao brinquedo. Pensei que fosse ver mais do parque, mas do alto tudo o que conseguimos avistar foi o mar lindo e maravilhoso e muitas, muitas árvores.

Xcaret

Saindo da torre, fomos ao locker – que estava incluso no valor pago – e deixamos quase tudo guardado. Colocamos alguns itens, sandália e roupa, em uma sacola que seria despachada para o final do percurso do rio que iríamos nadar logo mais. E seguimos para fazer o percurso dos rios subterrâneos.

 

São três opções: nado em um rio cujo percurso é todo fechado, nado em um rio cujo percurso é todo aberto e o nado em um rio cujo percurso é misto, aberto e fechado. Já tinha lido que o percurso todo fechado não valia a pena por ser muito escuro e por não conseguir ver nada, então optamos pelo Maya, que é o percurso misto, e foi uma excelente escolha.

 

O forte da atividade não é admirar belos peixes (acredito que para fazer snorkel, a praia e as piscinas naturais sejam lugares mais apropriados), o nado no rio vale a pena pela beleza do lugar e por passar dentro de cavernas durante o percurso. 

 

Quando chegamos ao fim, pegamos nossas coisas que estavam na sacola e continuamos a explorar o parque. No caminho, passamos novamente no locker para pegar máquina, celular, dinheiro etc. 

Xcaret

No parque tem de tudo: zoológico, aquário, praia, rios subterrâneos, piscinas naturais, Pueblo Maya etc.

 

Para mim os pontos fortes são: nado no rio subterrâneo, fazer snorkel na praia ou nas piscinas naturais, ver tanque com as tartarugas gigantes, tirar foto nas placas/setas de localização e conhecer o Pueblo Maya.

Snorkel na praia eu não fiz, pois como optei por fazer o nado com golfinhos, o tempo ficou reduzido. O Pueblo Maya é simplesmente sensacional! Se eu tivesse tido mais tempo, teria dedicado muito mais para essa parte do parque, que é incrível! Cada pedacinho é maravilhoso, até o cemitério é lindíssimo e emocionante.

Xcaret
Xcaret

Se você pagou o valor com almoço incluso, Xcaret Plus ($129), pode realizar a refeição em qualquer um dos seis restaurantes disponíveis no parque. Caso não tenha efetuado o pagamento completo, tem uns restaurantes específicos onde poderá almoçar por um preço mais em conta.

 

Há várias opções de atividades que podem ser realizadas no parque, porém o pagamento é à parte e é necessário agendamento. Indico e recomendo o nado com golfinhos, é caro, mas é uma experiência única e inesquecível.

 

Escolha a opção com dois golfinhos levando você, cada um em um pé, com as mãos livres, que é muito melhor do que só um, pois com apenas um é necessário o uso de uma prancha. Fiz o nado com a Swim with Delphinus e custou $130 + $143 pelas fotos em USB + DVD + 1 foto 8x10. Um absurdo, eu sei, mas é aquela realização de um sonho...

 

Aquela experiência que você vai levar para a vida e nunca mais vai esquecer!

Xcaret
Xcaret

Ao anoitecer, não perca o Xcaret México Espetacular, um show cultural que retrata desde os Mayas, passando pela conquista espanhola, até os costumes de cada região nos dias de hoje. Li que era chato, entediante e blá blá blá, mas discordo completamente.

 

Achei divertido e muito interessante, apesar de um pouco longo – começa às 19h00min e acaba por volta das 21h30min, com um intervalo de 10min.

 

Recomendo sentar na parte de cima para poder ter uma visão mais ampla, eu fiquei na primeira cadeira e por conta disso perdi alguns lances importantes.

Xcaret

Ik-Kil é um dos mais bonitos cenotes mexicanos e tem aproximadamente 130 metros de profundidade. Localizado na cidade arqueológica de Chichén Itzá, tem sua beleza moldada por paredões forrados por vegetação verde. Os raios de sol que passam por algumas de suas frestas deixam o lugar ainda mais fascinante, criando a ilusão de um imenso holofote refletindo em suas águas de azul intenso.

 

Conhecido como o “cenote sagrado azul”, é procurado principalmente por mergulhadores e nadadores profissionais.

Dia 05: Cenote Ik-Kil + Chichén Itzá + Valladolid

 

Para este passeio é necessário efetuar a reserva com, no mínimo, um dia de antecedência. O valor para este passeio varia muito por conta das paradas e dos lugares onde o almoço será realizado, paguei $50 para visitar estes três lugares com almoço incluído e as entradas nos lugares também. O ônibus sai às 07h00min e retorna ao hotel por volta das 20h00min.

 

A primeira parada é em uma vila bem simples para um almoço muito gostoso, típico da região.

 

Em seguida, o destino é o Cenote Ik-Kil, onde poderá tomar um banho revigorante.

Cenote Ik-Kil - Yucatán - México
Cenote Ik-Kil

Logo mais o sinal de partida é dado e segue-se viagem à tão esperada Chichén Itzá. O lugar é maravilhoso! Parte do percurso é feito com o guia da excursão explicando cada uma das ruínas e a outra parte é livre. Ao final, todos devem se encontrar no ônibus no horário combinado.

 

Chichén Itzá é um sítio arqueológico Maya, considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e eleita uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo. É o maior e mais importante vestígio arqueológico da península Yucatán, com mais de 20km² de muita história! Assim como Macchu Picchu, grande parte da história de Chichén Itzá é um mistério até os dias de hoje.

Chichén Itzá - Yucatán - México

O sítio arqueológico reúne 16 grandes estruturas, algumas delas verdadeiros complexos arquitetônicos, como o Caracol, a pirâmide El Castillo, o Templo de los Guerreros e o Complexo de las Monjas.

 

Impondo-se pelo tamanho sobre a paisagem, El Castillo era dedicada ao culto de Kukulcán, nome dado pelos Mayas à divindade que os Toltecas, outra cultura presente ali, chamavam de Quetzalcóatl, ou Serpente Emplumada. As quatro escadarias somam 364 degraus: o último degrau, no topo, completa os 365 dias do ano solar.

 

A observação dos Mayas do sistema solar e sua posterior aplicação na arquitetura resultou num efeito especial admirado até hoje: a cada equinócio de outono e primavera (no hemisfério norte), a luz do Sol refletida nas fachadas se parece com uma serpente em movimento.

Chichén Itzá

Após o almoço recomendo ir ao Mercado 28. Em pesquisas, descobri que este é o melhor lugar para comprar lembrancinhas, mas, infelizmente, não tive tempo de conhecê-lo.

 

Depois do Mercado 28, pode ir ao hotel deixar as compras e descansar um pouco. Se ainda não tiver ido à 5ª Avenida em Playa del Carmen, vale a visita. E se já tiver ido, vale repetir, risos. A vila é linda, a avenida maravilhosa.

Depois de Chichén Itzá, a última parada é em Valladolid.

 

Um parada rápida. Só deu tempo de dar uma volta na praça (em busca de comida, risos) e entrar em um restaurante na esquina para pedir uns tacos para levar, que por sinal estavam divinos!

 

Olha, não sei se era a fome ou se estavam realmente maravilhosos, mas devo confessar que comi rezando... O nome do restaurante é La Cantina e os pork tacos eram algo simples, mas pedi para adicionar guacamole e queijo... E ficou per-fei-to! Paguei 100 MXN pelos 3 tacos incrementados e uma água.

 

Em pesquisas, descobri que em Valladolid tem um cenote muito bonito chamado Zaci, então se tiver oportunidade, não deixe de conhecê-lo.

Chichén Itzá
La Isla
La Isla
Playa del Carmen

Shoppings em Cancún

 

Luxury Avenue: Primeiro shopping de luxo de Cancún. Ele é a extensão do Plaza Kukulkán e possui algumas das lojas de grifes mais badaladas do mundo. Louis Vuitton, Burberry, Fendi, Carolina Herrera, Ferragamo, Zegna, Coach, Cartier, Mont Blanc, Longchamp, BCBG, Swatch e Swarovski são algumas delas.

 

Mercado 28: O Mercado 28 é o melhor lugar na região de Cancún para comprar artesanato e lembranças para os amigos. Ele fica no centro e tem muita variedade nas lojinhas, onde se encontra todo tipo de produto: camisas, pimentas, imãs, copos e muito mais. Apesar do assédio dos vendedores ser muito chato, a vantagem de ir ao mercado é poder pechinchar e encontrar muita variedade com bom preço. Além das lojas, no centro do mercado há uma praça de alimentação com diversos restaurantes populares. Se estiver com fome, pode ser interessante fazer uma parada por ali. É possível ir até o Mercado 28 com o ônibus que sai da Zona Hoteleira. Lembre-se apenas de pedir ao motorista para avisar a hora de descer. Uma dica importante é ficar atento ao fato de que, antes de chegar ao mercado de fato, há várias lojas pequenas que também usam o nome "Mercado 28" para atrair turistas. Continue andando e você perceberá quando estiver no lugar certo, pois o Mercado 28 é enorme, não há como errar.

 

Plaza La Fiesta: Também conhecido como Mexican Outlet. Essa é uma das lojas locais mais famosas de Cancún. Você irá encontrá-la nos principais shoppings, inclusive em Playa del Carmen e Cozumel. A loja vende tequilas, chapéus, prata, ouro, roupas, artesanatos locais, copos, canecas, pimentas, sapatilhas aquáticas e muito mais. Há de tudo um pouco e a variedade é enorme. A loja é boa para comprar artigos locais e também lembranças para levar de presente da viagem. Precisa fazer câmbio? Apesar de eu não ter precisado, li que a cotação de lá é imbatível. Na placa eles anunciam como a melhor cotação da cidade. E é verdade!

Playa del Carmen

Plazas Outlet: Localizado um pouco mais afastado da Zona Hoteleira, este shopping merece uma visita! Em uma área de 32 mil metros quadrados com largos corredores ao ar livre e amplas vitrines, este shopping conta com restaurantes e lojas de marcas famosas que oferecem preços de outlet, promoções 2x1 e até 70% de desconto durante o ano inteiro!

 

Shopping La Isla: La Isla é o melhor shopping da Zona Hoteleira. Ele é animado, agradável e tem bastante variedade. As lojas ficam ao ar livre e você encontra de tudo, desde roupas a loja de decoração. Você verá lojas como Zara, Nike, Bull & Bear, Puma, Kielh's, iStore, Diesel, Swarovski etc.

 

Shopping Forum By The Sea: A Plaza Forum by The Sea tem várias lojas, mas não é isso o que a torna famosa. Ela não é uma opção procurada para compras, e sim para a diversão noturna. As lojas que estão no shopping são de pequeno porte; por isso, se seu negócio são as compras, vá a outros lugares, como o La Isla ou o Kukulcán Plaza. Agora, se você está procurando diversão, esse é o lugar perfeito. As redondezas da Plaza Fórum concentram as melhores opções da noite em Cancún. Boates, casas de shows e bons bares estão ao redor do lugar - basta passar ali à noite para entender por que os jovens gostam tanto da cidade.

Playa del Carmen

Shoppings em Playa del Carmen

 

Paseo del Carmen: Um sedutor centro comercial com grandes espaços ao ar livre, localizado entre a 5ª Avenida e Playacar. Este complexo conta com uma arquitetura mediterrânea contemporânea com grande influência do Feng Shui, o que cria uma atmosfera sofisticada e ao mesmo tempo relaxada, ideal para um dia de compras em Playa del Carmen. Aqui se acham exclusivas lojas de artesanatos, souvenires, roupas de grife, arte, joias e muito mais. Essas são algumas das lojas que você encontrará por lá: Lacoste, GUESS, Watch my Watch, Ultrafemme, Sunglass Island, Fullsand, Nine West, Plaza La Fieste - Mexican Outlet, Marti Sports, Harley-Dadivson, Tommy Bahamas, Mormaii e Cloe.

 

Quinta Alegría: Localizado no outro extremo da 5ª Avenida. Um shopping agradável e com muitas lojas de marca, entre elas a Forever 21, Bershka, Victoria's Secret, Body Shop, American Eagle Outfitters, Aldo e muito mais.

Playa Tortugas - Cancún - México

São várias as opções: Bungee Jump ($60), Flyboard ($100 20min ou $130 30min), Jetpack ($149 20min ou $199 30min), Parasail ($60 25min sendo de 10 a 12min no ar) etc. As fotos e os vídeos são à parte e custam $35 para o Bungee Jump, $35 para o Parasail, $50 para o Flyboard e $70 para o Jetpack.

 

Escolha a aventura que mais lhe atrair e aproveite!

Playa Tortugas 

Optei pelo Bungee Jump e pelo Parasail. Os dois foram sensacionais e o pacote ficou $105 + $50 das fotos e vídeos. O Bungee Jump é mais aventura e adrenalina. Já o Parasail, mais admiração e beleza... A vista é incrível!

 

Obs11: Se fizer mais de uma atividade poderá conseguir um bom desconto e se estiver em grupo o desconto poderá ser ainda maior. Como a empresa que faz as fotos e os vídeos é uma só, espere para fazer todas as atividades e converse com eles para fazer um pacote mais barato para você. Aposte na sua confiança e peça um valor mais em conta!

Playa Tortugas 

Depois de tantas emoções e de tantas experiências memoráveis, agora é hora de relaxar e curtir um pouco o hotel, aproveitando os últimos momentos dessa viagem extraordinária que nem acabou ainda, mas já está pedindo BIS!

Cancún 

Dicas Noturnas

 

Bares / Restaurantes

 

Señor Frog’s: Sempre presente no roteiro de quem gosta de curtir a noite, o Señor Frogs é dos melhores bares de Cancún. A comida não é muito barata, mas os garçons e suas brincadeiras fazem o lugar valer a pena. Com um ambiente bem descontraído, não dá para sair de lá sem se divertir e participar de alguma das atividades que os animadores programam. A decoração também é muito legal e esse é um ótimo lugar para tirar fotos e fazer um programa animado. A comida é boa, mas os coquetéis são destaque. Soube que você ganha o copo de lembrança! Não paga nada para entrar, começa meio bar e termina meio boate.

 

Hard Rock Café: Mundialmente conhecido, ele está presente em diversas cidades, inclusive Cancún. É a maior empresa detentora de objetos relacionados ao rock do mundo. Por ser um ambiente descontraído, é ótimo para refeições e bate papo com os amigos. Serve de sanduíches a saladas. Bom para almoço e jantar.

 

Carlos’n Charlie’s: Animado, colorido e diferente. Um dos melhores bares da cidade. Parada obrigatória!

 

Hooters: Cadeia de restaurantes famosa internacionalmente por sua comida, ambiente casual com tema de praia e pela (pouca) roupa das garçonetes.

 

Boates

 

Várias boates super legais e os shows ‘cover’ da CocoBongo são marca registrada da cidade. Para quem curte diversão noturna, Cancún é o lugar certo. Com um toque de “Times Square” meets “Las Vegas”, a rua principal das baladas, que fica perto da zona hoteleira, tem muitas opções bacanas e algumas bem elegantes. As principais são a CocoBongo, a Mandala e a The City.

Blvd. Kukulcán

CocoBongo: Para quem não conhece, a CocoBongo é a boate mais famosa da cidade, com show de acrobacias e covers de artistas como Michael Jackson e Madona. É uma mistura de boate, show, teatro e muita música. Lugar divertido e animado, procurado por pessoas de todas as idades – não somente por jovens. São quatro horas de show com 20 diferentes apresentações na noite. Amei, amei, amei!!! É imperdível!!!

 

Quando: Todos os dias.

Quanto: Segunda a Quarta $65 – open bar e Quinta a Domingo $75 – open bar.

Horário: 22h00min.

 

The City: É a danceteria número 1 do México! Seu impressionante cenário de três níveis é uma verdadeira homenagem à tecnologia de ponta e á funcionalidade. A experiência que The City oferece aos seus visitantes inclui uma interminável variedade de surpresas visuais como os efeitos especiais, os espetáculos realizados por acrobatas profissionais e as apresentações a cargo da equipe de animação. Uma equipe de alta tecnologia em iluminação e som faz da The City, a melhor opção para aqueles que amam a diversão da vida noturna. The City foi o cenário de apresentação de famosos DJ’s como Tiesto e Paul van Dyk, assim como também de famosos rappers como Ludacris, 50 Cent e Fat Joe. A festa é incrível, sensacional!!!

 

Quando: Melhor dia: Sexta-feira.

Quanto: $70 – open bar e $35 – sem open.

Horário: 22h30min.

 

Mandala: A Mandala conta com a Mandala Club e a Mandala Beach. A primeira é uma espécie de mistura de bar e boate, totalmente visível ao público que passa na rua, já que na sua frente simplesmente não há parede, fachada ou porta de entrada e a separação do público se dá apenas por um degrau, unifilas e seguranças. Por este motivo, o som da Mandala Club ecoa por toda a rua. Já a Mandala Beach é um beach club em um espaço totalmente separado, que funciona às vezes de dia e às vezes à noite. Point certo para uma balada mais descontraída, mas não menos alucinante.

 

Quando: Melhores dias: Terça e quinta.

Quanto: $60 – open bar.

Horário: 22h30min.

 

Dady’O: Principal concorrente da CocoBongo, toca de tudo um pouco. O ambiente é similar ao de uma caverna. Queria muito ter ido, mas ficará para a próxima.

 

Quando: Melhor dia: Segunda-feira.

Quanto: $60 – open bar.

Horário: 22h30min.

 

Palazzo: Ambiente com decoração impecável, vale a pena conhecer!

 

Quando: Melhores dias: Quarta e sábado.

Quanto: $60 – open bar.

Horário: 22h30min.

Blvd. Kukulcán

Por fim, com destaque especial entre os diversos bares e boates da região, existe o Congo Bar, bar do grupo CocoBongo que fica logo em frente à boate, do outro lado da rua. Como a Mandala Beach, o Congo Bar é uma espécie de super divertido bar e boate misturados, com um som estrondoso que juntamente com o do Mandala Club, se espalha por toda a rua.

 

O Congo Bar e o La Vaquita funcionam mais como um esquenta antes das boates mais famosas, mas há quem faça sua festa por ali mesmo, já que são animadas, descontraídas e divertidas. $30 a $40 – open bar.

 

Dica Extra

 

Uma atividade que eu queria muito fazer, mas não tive tempo, é o mergulho no MUSA – Museu Subaquático de Arte. Se tiver interesse, acho que vale a pena! Para mais informações, clique aqui.

MUSA - Cancún

Espero que tenham gostado do meu roteiro...

 

Boa viagem e até a próxima!